• Por João Moraes

    .

    Fala galera! Já estamos em Abril! O ano está passando rápido demais e daqui pouco já estamos em 2012. Falando em 2012, esses dias eu vi o filme. E se o mundo acabar, hein? Já pensou nisso? E se depois de toda confusão só sobrar um homem e uma mulher no mundo? Este post é pra você homem! Digamos que você é este homem que sobreviveu e, junto com você está uma mulher, feia, mas tão feia que num primeiro momento você acha os dinossauros estão de volta! O “teletubie” vem em sua direção com aquele olhar “matador” (quase que literalmente!) e lhe diz: “Ei! Você aí! Gatinho! Vamos repovoar o planeta?”. O que responder? Aqui vão algumas dicas:

    1 ) Vou não…. posso não, quero não, minha mulher não deixa não…. OH WAIT!!! #fodeu
    2 ) Tá no inferno? Abraça o capeta, literalmente (ninguém vai ver mesmo).
    3 ) CACILDS! Cadê o mé?! (@mussumalive)
    4 ) Dá só um minutinho. E que não passe disso.
    5 ) É, fazer o quê? O Adão teve a Eva e eu vou ter a “Ave!”. Baixa as calças. (@Bo_beira)
    6 ) OK. Só me deixa achar o seu lado bonito. Hmm, não vai dar. Você não tem lado.
    7 ) Ah, eu marquei de doar esperma amanhã e não posso transar por 24 horas. (@betocarbonieri)
    8 ) Putz, não vai dar. Tenho que levar minha vó no jiu-jitsu!
    9 ) Melhor do que comer meu chefe… (@10ocupado)
    10 ) Eu vou, massss você chama a ambulância?
    11 ) Dois Armagedons no mesmo dia nem o Chuck Norris aguenta!
    12 ) Tudo bem que nem só de pão vive o homem, mas…
    13 ) Enfim sós: eu, você e a inseminação artificial. (@crisspaiva)

    E aí meu caro, vai encarar? Alguma saída melhor? Manda aí!

    Abraço!

    tags: , , , , , , , ,


  • Por Amanda Armelin

    .

    Gente, hoje o assunto é bombasticamente delicioso! Espero que estejam preparados ;)

    E não se esqueçam de continuar mandando suas perguntas no [email protected] ! Tô esperando!

    A pergunta veio do nosso leitor Fabio, que não teve dúvidas em querer umas “dicas” sobre o tal menage. Vai que funciona né? Tentar não custa…

    Menage a Trois: Todos sabemos que é uma fantasia geral…mas quando é hora de por em pratica sabemos que é algo MUITO complicado de se executar: Seja pelo fato do ciúmes pegar (seu ou de sua parceira/o), ou pelo fato de ser mal interpretado (de novo, seja seu ou de sua parceira/o). Como você iniciaria este assunto dentro de um relacionamento sério?

    Particularmente, eu já fui bastante quadrada em relação à isso. Com o passar do tempo, e ao longe de alguns relacionamentos sérios, me dei conta que inovações e novas experiências são muito saudáveis para uma relação dar certo (em muitos casos, eu diria até essencial).

    Claro que fazer um menage é uma fantasia super comum entre a maioria dos casais, mas como citado na pergunta, sempre tem o lado ciúme/tabu e o medo de ser mal interpretado.

    Primeiro porque a pessoa a ser convidada tem que ser muito bem escolhida, de modo a não afetar qualquer tipo de amizade posteriormente, nem deixar um clima chato (sempre que na dúvida, uma profissional é bastante indicada, por não possuir vínculo nenhum com o casal). E segundo que o fato de sugerir um menage provavelmente cause discussões catastróficas se o assunto não for bem exposto.

    Provavelmente perguntas como “eu não te satisfaço?”, “você não está feliz comigo?” ou “você precisa mesmo dessa putaria pra ser feliz?” surgirão. Claro, que por culpa da insegurança, tabu ou puro ciúme da outra parte. Fato é que você tem que entender a opinião alheia, já que um relacionamento é feito dos dois. A partir daí, você tem três caminhos a serem seguidos: aceitar a resposta negativa do parceiro, tentar convencê-lo do contrário, ou comemorar a aceitação do mesmo.

    Escolher o momento ideal também é crucial: Enquanto estiverem falando sobre suas fantasias sexuais, ou quando decidirem que é hora de apimentar o sexo, por exemplo. Acho que não é problema pra ninguém dar idéias que divirtam o casal. Claro que aceitar é oooutra história.

    E fica a dica: Exponha seus argumentos de forma clara, e mostre como um menage pode ser benéfico para AMBOS. Isso fará no mínimo, 50% do trabalho de “convencimento” ;)

    .

    .

    Gostou? Visite também o Sai Daqui!

    tags: , , , , , , ,

  • Por @sociedadejm

    Esse tal de Amâncio de Carvalho, além de doutor, deu nome à rua que minha avó, dona Matilde, mora e onde passei minha infância.

    Acho que já comentei por aqui, mas quando era criança ficava sob os cuidados da minha avó, já que meus pais trabalhavam em período integral. Saía de casa bem cedo e me dirigia, com a família, à rua Dr. Amâncio de Carvalho (em São Bernardo do Campo). Meus dois irmãos e eu tomávamos o café da manhã com dona Matilde e depois partíamos para a aula na escolinha, vizinha de muro da casa da vovó. O mais legal é que todas as crianças entravam na escola acompanhados pelos pais, mas nós entrávamos sozinhos, destemidos e aparentando uma maturidade ímpar para nossa idade (maturidade essa que, até hoje, não possuo).

    Passado o período de aula, voltava pra casa da minha avó, almoçava e começava, de fato, o meu dia. leia +

    tags: , , , , ,

  • Pra quem ainda não conhece, o Cozinha Hardcore nada mais é do que um programa de culinária fofinho, com uma velhinha explicando pacientemente como preparar o mais maravilhosos quitutes ePUTA QUE PARIU!!!! ESSES CARAS SÃO MALUCOS!!!!! RECEITAS ALUCINANTES, PRA COMER ATÉ MORRER E COM MUITO, MAS MUITO BAAAAAAAAACCCCCCOOOOONNNNN!!!!!!!!!!!

    .

    .

    Nesse programa, além da participam: MussumAlive, AgoraJaFalei, Cid do Não Salvo, Fabião do Suspensa e uma galera Hardcore!

    Sigam o Cozinha Hardcore no Twitter e assistam os outros vídeos no Canal do Youtube!

    tags: , , , , , , , , , , , ,