• cerveja sem alcool

    Cresce a cada dia a procura por cervejas sem álcool, os motivos variam entre poder dirigir, religião e por questões de saúde.

     

    Quando as cervejas sem álcool surgiram em 1990, o gosto não era dos melhores, porém com as novas técnicas de produção, elas tem ficado cada vez mais gostosas e isso tem feito aumentar as vendas desse tipo de bebida.

     

    De acordo com uma reportagem da rede de TV e notícias CNN, as cervejas sem álcool são as que mais tem crescido em faturamento.

     

    Segundo o jornal britânico The Independet, 1/3 de todas as cervejas sem álcool são vendidas no Oriente Médio e de acordo com eles, o sabor está muito melhor e o consumo aumenta durante as festas, pois muitas pessoas dirigem após beber.

     

    Enquanto no Brasil, o mercado das cervejas sem álcool ainda é fraco.

     

     

    tags: , , ,

  • como voce faz

     

     

    A série “Como Você Faz?” faz parte da parceria entre o Bebida Liberada e a Smirnoff para divulgar o conceito #UmBrindeAVidaReal e mostrar que não existe jeito certo ou errado, mas que na verdade existe o SEU jeito!

     

    No vídeo dessa semana você descobre várias maneiras de medir uma dose!

     

    E você, como faz?

     

     

     

    tags: , , , , ,

  • Next Glass

    Não importa se gosta de cerveja ou vinho, o aplicativo para celular Next Glass desenvolvido por americanos da Carolina do Norte, vai te ajudar na sua próxima escolha.

     

    O app funciona da seguinte forma: Você tira uma foto do rótulo, seja ele vinho ou cerveja, da uma nota a ela e pronto.

     

    O aplicativo também passa a conhecer seu perfil e sugerir outras garrafas que você possa gostar.

     

    Ah, ele colaborativo, ou seja, quanto mais você usar mais informações vai ter. Disponível para Android e iOS.

     

     

     

     

    tags: , , , , ,

  • Há 80 anos, mais precisamente em 24/01/1935 começaram a ser comercializadas as primeiras latinhas de cerveja do mundo, em Richmond, Vírginia, pelas marcas Krueger Finest Beeer e Krueger Cream Ale, desenvolvidas pela Cervejaria de Newark, nos Estados Unidos.

     

     

    80 anos depois, já não conseguimos imaginar como seria nossa vida sem a praticidade das latas para transportar para qualquer lugar, principalmente em festas, mas no começo ela enfrentou muitos problemas. As latinhas não se adaptavam as embalagens e explodiam.

     

     

    Os cervejeiros da época diziam que jamais as latas iriam substituir as garrafas, mas com o passar do tempo e algumas modificações, a invenção se consolidou e hoje é a maneira mais pratica de transportar a bebida.

     

     

    Algumas marcas de cervejas artesanais, principalmente as importadas, já estão embalando suas cervejas em latas. Esperamos que chegue logo ao Brasil e acabe com esse preconceito, onde muitos acham que elas tem gosto de ferrugem ou por questões culturais continuem com a predileção por cervejas de garrafas.

     

     

    1 leia +

    tags: , , , ,

  • baleia-9

     

    A Cervejaria Stedji na Islândia, criou a Cerveja Hvalu2, aromatizada com “testículos de baleia defumadas” e será vendida por tempo determinado para marcar o mês de Thorri, que corresponde à metade do inverno no país.

     

    Os testículos são de baleia-comum, uma espécie ameaçada de extinção (que em 2013 passou a ser autorizada a pesca depois de ser proibida por dois anos) que segundo tradição, são curados antes de serem salgados e defumados. Cada processo leva um testículo.

     

    Queremos criar uma atmosfera verdadeiramente Thorri e então decidimos usar testículos defumados de baleia-comum para dar sabor à cerveja“, diz Dagbjartur Ariliusson, co-fundador da cervejaria. “Nós colocamos muita energia nisso e é um processo longo“, complementa.

     

    A mesma cervejaria, já causou problemas com ambientalistas no ano passado, por fazerem uma cerveja que continha outras partes da baleia, como ossos e intestinos. Nessa ocasião o produto foi temporariamente proibido, mas logo passou a ser vendido normalmente e agora, segundo a cervejaria, todos os produtos têm permissão para serem comercializados.

     

    E você? Tomaria essa cerveja?

     

    Vi no G1

    tags: , , ,